Entrevista

"O Santa Clara está bem posicionado na Liga Portugal"

"O Santa Clara está bem posicionado na Liga Portugal"

 

Nuno Martins Neves   Futebol   3 de Nov de 2018, 10:00

O presidente do clube e da SAD do Santa Clara, Rui Cordeiro fala sobre o arranque de época dos "encarnados" de Ponta Delgada. Entrevista publicada este sábado, dia 3 de novembro, no Açoriano Oriental

Leia a entrevista na íntegra na edição de sábado, dia 3 de novembro, no Açoriano Oriental.

Recentemente, uma comitiva do Santa Clara visitou a diáspora açoriana nos Estados Unidos da América e Canadá. Que proveitos trouxe desta viagem?
Serviu para mostrar que o Santa Clara não está, nem nunca estará desligado dos Açorianos da diáspora. Serviu para estreitar relações e lançar algumas das bases para o projeto de futuro que o CD Santa Clara tem na diáspora. Sentir o calor das pessoas foi muito bom. A estreita ligação do CD Santa Clara aos açorianos na diáspora é um objetivo deste clube. A nossa visita à Diáspora no presente mês demonstra a importância que damos a este tema. O Santa Clara pretende alargar o leque de serviços que oferece à comunidade de açorianos na diáspora, contribuindo assim para uma relação mais estreita entre as duas partes. O Santa Clara enquanto embaixador da Região, quer contribuir para unir os açorianos pelo mundo. O desporto serve para unir. A rivalidade fica nas quatro linhas. Fora delas, amamos os Açores e tudo faremos por espalhar este amor por Portugal, dando a conhecer a magia destas ilhas de bruma.
No entanto, não deixa de causar estranheza o facto do presidente do clube e da SAD não ter acompanhado a comitiva. Aliás, o Santa Clara não esteve representando nas últimas duas reuniões da Liga de Clubes. Pergunto o porquê desta ausência, quer na viagem, quer nas reuniões da Liga, e se não considera que a posição do clube sai enfraquecida, principalmente na Liga.
Importa, antes de falar da minha ausência, realçar o bom trabalho que esta Direcção tem feito. O CD Santa Clara não é só o seu presidente, é acima de tudo uma família que se apoia nos bons e nos maus momentos. Estive ausente por motivos de saúde. No entanto, fomos muito bem representados, por santaclarenses de grande calibre e amor-puro a esta instituição.
Quanto à ausência das reuniões na Liga de Clubes prendeu-se por questões profissionais – na passagem de dossiers que tenho sob gestão enquanto Advogado. O CD Santa Clara está bem posicionado na Liga Portugal, atento a todos os dossiers, como o modelo de governança da Liga ou a questão da centralização dos direitos desportivos e tem tido uma posição activa naquilo que entende ser positivo para o futebol português.
Aliás, pela primeira vez, na sua história, o CD Santa Clara está representado nos diversos grupos de trabalho da Liga Profissional. Fomos directamente contratar às Universidades portuguesas jovens açorianos com muito talento e competência, 1 para a área da comunicação, 1 para a área da gestão desportiva, 1 para a área do marketing, 1 para a área de Ciências do Desporto para Apoio à Formação, 1 para a área das Ciência do Desporto, para apoio à Equipa técnica profissional. Via profissional fomos contratar 1 membro para o secretariado e iremos contratar mais 1 profissional em Arquivo para inventariarmos o património imaterial do CDCS. Estamos a criar emprego jovem, reter talento regional, gerando riqueza, dando oportunidades de emprego e criando os pilares para que possamos profissionalizar a estrutura. Estes jovens são o futuro do Clube.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.