Nuno Teixeira recebeu com "surpresa" ausência das listas europeias


 

Lusa/AO Online   Nacional   3 de Mar de 2014, 08:47

O eurodeputado madeirense Nuno Teixeira afirmou esta terça-feira ter recebido com "surpresa" a notícia de que não figurava nas listas da coligação PSD/CDS-PP, mas acatou a decisão em prol da Madeira.

 

"Há um paralelo aqui muito grande com aquilo que me aconteceu há cinco anos, já que eu há cinco anos não estava à espera de ir para o Parlamento Europeu - e o facto de ter ido foi uma surpresa - e de não ir agora também constitui uma surpresa para mim porque havia essa expectativa de continuar", explicou.

Nuno Teixeira recebeu a decisão final como natural já que como "se colocava à Madeira a "hipótese de ter uma mulher num lugar elegível", o eurodeputado diz que não "podia tomar outra decisão" que não fosse abdicar em função dessa opção".

"A Madeira conseguiu o seu objetivo que é o de ter um deputado ao Parlamento Europeu num lugar elegível", afirmou, já que desta forma se salvaguarda a posição.

"Creio que a Madeira fica muito bem servida com a deputada Cláudia Aguiar que vai fazer um excelente trabalho no Parlamento Europeu", considerou sobre a candidata, insistindo que estará "ao lado dela a ajudá-la em tudo o que for necessário, inclusive fazendo campanha ao seu lado".

PSD e CDS-PP vão concorrer juntos às eleições europeias, através da coligação "Aliança Portugal".

A lista de candidatos do PSD às eleições europeias, que tem nos três primeiros lugares Paulo Rangel, Fernando Ruas e Sofia Ribeiro, foi hoje aprovada com 88% dos votos na reunião do Conselho Nacional social-democrata.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.