Novo romance de António Lobo Antunes chega hoje às livrarias


 

Lusa/AO Online   Nacional   30 de Set de 2011, 07:56

“Comissão das Lágrimas”, o novo romance do escritor António Lobo Antunes, chega hoje às livrarias, numa edição da Dom Quixote.

Trata-se de um livro “denso e sombrio” sobre Angola depois da independência que parte do “doloroso canto de uma mulher torturada”, um inusitado episódio histórico.

A mulher, conhecida como Virinha, chamava-se Elvira e era comandante do batalhão feminino do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola). Foi presa, torturada e morta na sequência do golpe de Estado ocorrido em maio de 1977 em Angola. E enquanto a torturavam, nunca deixou de cantar.

A intenção de Lobo Antunes não foi escrever uma obra documental sobre os acontecimentos desse período da história angolana, mas partir deles para falar sobre a culpa, a vingança e a inocência perdida, indica a editora em comunicado enviado à Lusa.

Este é o 23.º romance do autor, de 69 anos, um dos escritores portugueses mais lidos, vendidos e traduzidos em todo o mundo e que, segundo a agência de apostas britânica Ladbrokes, se encontra em 11.º lugar na lista de favoritos para o Prémio Nobel da Literatura deste ano, cujo vencedor será anunciado no início de outubro.

O seu nome surge na lista a par de alguns dos eternos “nobelizáveis”, como os norte-americanos Philip Roth, Cormac McCarthy, Don DeLillo e Joyce Carol Oates e os irlandeses John Banville e Colm Tóibín.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.