Furacão

Nova Orleães activa estado de emergência para enfrentar Gustav


 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Ago de 2008, 11:31

O governador do estado norte-americano de Louisiana declarou quarta-feira o estado de emergência face ao avanço esperado do furacão Gustavo quando ainda se mantém viva a memória dos estragos do Katrina.
    Segundo as previsões meteorológicas, o Gustav deverá atingir Nova Orleães quinta-feira à noite, três anos depois do Katrina ter provocado 1.500 mortos e destruído dezenas de milhares de habitações na Louisiana e nos seus estados vizinhos.

    O governador Piyush Jindal anunciou a execução dos planos de evacuação das regiões costeiras devastadas pelas inundações que se seguiram à passagem do Katrina e à ruptura de vários diques.

    Os habitantes foram convidados a fornecer informações sobre as reparações entretanto realizadas nas suas casas - um pouco mais de metade dos habitantes de Nova Orleães desalojados pelo furacão regressaram às suas moradas, mas vastas zonas da cidade continuam abandonadas.

    O presidente da câmara de Nova Orleães, Ray Nagin que foi fortemente criticado pela sua gestão da crise provocada pelo furacão Katrina, previu a possibilidade de abandonar mais cedo a convenção do Partido Democrata que quarta-feira à noite escolheu Barack Obama como candidato à Casa Branca para ajudar a preparar a cidade para a chegada do Gustav.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.