Norte-americano morre após ganhar concurso a comer baratas e vermes


 

Lusa/AO online   Internacional   9 de Out de 2012, 12:27

Um norte-americano da Florida, no sul dos Estados Unidos, morreu pouco depois de ter vencido um concurso de ingestão de baratas e vermes, anunciou esta terça-feira a polícia local.

Edward Archbold, de 32 anos, engoliu várias dezenas de baratas e vermes na sexta-feira durante um concurso organizado por um viveiro de répteis, cujo primeiro prémio era uma cobra pitão.

Logo após o final da competição, o homem começou a vomitar, tendo sido transportado de imediato para o hospital, onde morreu, explicou, em comunicado, o gabinete do xerife do condado de Broward, na Florida.

A autópsia deverá determinar as causas da morte.

O concurso foi organizado por um viveiro de répteis que oferecia várias pitões a quem conseguisse comer o maior número de insetos e vermes.

"Quantas baratas gigantes estariam dispostos a comer por uma pitão real fêmea, de cor marfim?", perguntava o viveiro, na publicidade ao concurso divulgada na rede social Facebook.

"Coma o máximo de insetos em quatro minutos, ganhe uma pitão.[...] Quem vomitar será automaticamente desqualificado", prosseguia a publicidade.

O viveiro manifestou tristeza após a morte de Archbold.

"Só o conhecemos na noite do concurso, mas toda a gente gostava dele. Era extrovertido e simpático e aqueceu o público. Estamos desolados por não o termos conhecido melhor", disseram os responsáveis do viveiro.

No Facebook, Archbold explicou que se preparava para participar no concurso. "Desejem-me boa sorte", escreveu a 05 de outubro, poucas horas antes de morrer.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.