Mourinho recusa falar sobre futuro


 

Lusa / AO online   Futebol   9 de Out de 2007, 18:57

O treinador de futebol José Mourinho foi hoje a "estrela" de uma iniciativa do programa de policiamento de proximidade "Escola Segura", onde se escusou a revelar quando regressará aos comandos de uma equipa.
    Mourinho chegou à arena da praça do Campo Pequeno, em Lisboa, "escoltado" pelo corpo de guarda pessoal da PSP, provocando o júbilo das cerca de sete mil crianças que assistiram à iniciativa.

    "Não sei, nem quero saber", foi a resposta dada por Mourinho aos jornalistas, que o questionaram sobre o futuro da sua carreira.

    O ex-treinadador do Chelsea permaneceu no recinto cerca de dez minutos, sublinhando ter participado "não com o objectivo de ser a figura" do evento.

    "A figura são as crianças, o mais importante que a sociedade tem", afirmou.

    Mourinho elogiou a actuação da PSP que, sublinhou, "tem feito um trabalho magnífico" na prevenção da criminalidade e acompanhamento de crianças e jovens no âmbito do programa "Escola Segura".

    As cerca de sete mil crianças de escolas da periferia de Lisboa assistiram durante a tarde a demonstrações das várias forças da PSP, incluindo o corpo de intervenção e as equipas que utilizam cães, como a de minas e armadilhas.

    O ministro da Administração Interna, considerou que o evento, apresentado pela subcomissária Paula Monteiro e pelo apresentador de televisão José Carlos Malato, foi "comovente".

    "Gostei muito de ver as crianças envolvidas num projecto das forças de segurança, de policiamento de proximidade, com o maior êxito", afirmou.

    Rui Pereira sublinhou a forma como as crianças presentes na iniciativa se mostraram "sensibilizadas para os valores da Polícia".
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.