Açoriano Oriental
OE2011
Mota Amaral responsabiliza Governo pela rotura das negociações
O antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral considerou esta quarta-feira que a rotura nas negociações entre o Governo e o PSD sobre o Orçamento de Estado para 2011 se deveu a uma “posição irredutível” do Executivo de José Sócrates.

Autor: Lusa
“Depois do esforço investido sempre considerei que se chegaria ao fim com um acordo”, acrescentou Mota Amaral.

Segundo sublinhou, era “ao Governo que tinha a obrigação de propiciar condições para o acordo”.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.