Morreu o encenador Mário Barradas


 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Nov de 2009, 14:07

O encenador Mário Barradas, um dos fundadores do Centro Dramático de Évora (CENDREV), morreu esta quinta-feira de manhã na sua casa em Lisboa, aos 78 anos, disse à agência Lusa fonte da companhia profisssional de teatro alentejana.
O corpo vai estar em câmara ardente no Palácio Galveias, em Lisboa, estando o funeral marcado para sexta-feira, às 15:00, para o cemitério do Alto de S. João.

Mário Barradas fundou em 1975 o Centro Cultural de Évora, antecessor do CENDREV, com sede no centenário Teatro Garcia de Resende.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.