Açoriano Oriental
Incêndios
Morreu bombeiro de Cuba que tinha ficado ferido com gravidade em Castro Verde

O bombeiro Carlos Carvalho de 40 anos, de Cuba (Beja), que ficou ferido no incêndio em Castro Verde, morreu esta quinta-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, disse à agência Lusa o comandante da corporação.

Morreu bombeiro de Cuba que tinha ficado ferido com gravidade em Castro Verde

Autor: Lusa/AO Online

Carlos Carvalho sofreu ferimentos graves no incêndio que ocorreu no dia 13 deste mês no concelho de Castro Verde, distrito de Beja, referiu o comandante dos Bombeiros Voluntários de Cuba, José Galinha.

O bombeiro foi transportado de helicóptero, no mesmo dia, com queimaduras graves, para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde hoje morreu.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.