Açoriano Oriental
Ministério Público acusa ‘Farfalha’ de voltar a praticar crimes sexuais

O Ministério Público, através do DIAP de Ponta Delgada, acusou José Augusto Pavão, conhecido como ‘Farfalha’, pela autoria de três crimes de violação de menores, um crime de coação sexual de menor, dois crimes de recurso à prostituição de menores e um crime de tráfico de estupefacientes agravado.

article.title

Foto: AO/Alvaro Miranda
Autor: Luís Pedro Silva

Em causa está a suspeita de vários crimes sexuais praticados pelo arguido contra três jovens, com menos de 18 anos, que foram coagidos a manterem atos sexuais contra a sua vontade. Existe ainda a suspeita de que atos sexuais foram mantidos mediante a entrega de droga, pequenas quantias em dinheiro e equipamentos eletrónicos, nomeadamente, telemóveis.




Ler mais na edição desta quarta-feira, 22 maio 2019, do jornal Açoriano Oriental



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.