Açoriano Oriental
Presidenciais
Medina apoia Marcelo e Pedro Nuno Santos criticado pela direção do PS

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, manifestou este sábado apoio a uma recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa e o dirigente socialista Porfírio Silva acusou Pedro Nuno Santos de faltar às reuniões da direção do PS.

Medina apoia Marcelo e Pedro Nuno Santos criticado pela direção do PS

Autor: AO Online/ Lusa

Fontes socialistas ouvidas pela Lusa, presentes na reunião da Comissão Nacional do PS que vai deliberar sobre a orientação do partido em relação às eleições presidenciais, referiram que Fernando Medina, também membro do Secretariado Nacional, elogiou a forma como Marcelo Rebelo de Sousa tem exercido o mandato de chefe de Estado e disse que tencionava votar nele caso se recandidate a Presidente da República.

Momentos depois de o antigo líder da JS e da federação de Aveiro do PS Pedro Nuno Santos ter manifestado o seu apoio à candidatura de Ana Gomes e de ter criticado a direção do PS, a resposta surgiu da parte do membro do Secretariado Nacional e vice-presidente da bancada socialista Porfírio Silva.

Porfírio Silva afirmou que, tal como Pedro Nuno Santos, também entende que a questão das presidenciais deveria ter sido discutida mais cedo no PS.

"O problema é que Pedro Nuno Santos não aparece nas reuniões do Secretariado Nacional" do PS, o que "é particularmente grave", atendendo às críticas que faz, afirmou o vice-presidente do Grupo Parlamentar socialista, citado por fontes deste partido.

Na sua intervenção, Porfírio Silva terá deixado ainda mais um recado a Pedro Nuno Santos: "És demasiado grande para te meteres na conversa de Daniel Adrião".

O dirigente socialista Daniel Adrião tem-se insurgido contra o facto de serem as "cúpulas" partidárias e não as "bases" a tomarem as principais decisões do PS e defendeu a realização de eleições primárias no partido para a escolha do candidato a apoiar nas eleições presidenciais - proposta que não foi hoje levada a votos por alegadamente não ter enquadramento estatutário.

Perante os membros da Comissão Nacional, Porfírio Silva terá feito ainda questão de dizer que não vai votar em Marcelo Rebelo de Sousa, nem em Ana Gomes.

Em matéria de presidenciais, o dirigente socialista terá declarado igualmente que não gostaria que saísse "engrandecida" das presidenciais "a candidata do partido que tem mais atacado o PS" (uma alusão a Marisa Matias do Bloco de Esquerda), afirmando esperar que as eleições para a Presidência da República não fossem más para o PCP.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.