Madeira entrega medalhas de mérito turístico a 29 pessoas e instituições

Madeira entrega medalhas de mérito turístico a 29 pessoas e instituições

 

Lusa/AO Online   Nacional   12 de Jun de 2019, 16:44

Vinte e nove pessoas e instituições da Madeira receberam a Medalha de Mérito Turístico, numa cerimónia onde o presidente do governo, Miguel Albuquerque, disse que o turismo se faz “com todos", mas só tem sucesso se obedecer a valores.

"O turismo, como atividade intrinsecamente humana, só tem sucesso em sociedades norteadas pelos valores do civismo, do humanismo, da solidariedade, da educação, da cultura, do trabalho árduo, do cosmopolitismo e da vocação de bem interagir com os nossos concidadãos", afirmou.

A entrega da Medalha de Mérito Turístico, distinção atribuída pelo Governo Regional desde 1979, decorreu nos jardins da Quinta das Cruzes, no Funchal, premiando personalidades e instituições pelo seu papel de relevância na área do turismo.

A Associação de Bandas Filarmónicas da Região Autónoma da Madeira, a companhia de teatro Madeira Amateur Dramatic Society (MADS) e o empresário João Sabino Dias foram agraciados com a Medalha de Ouro.

Nas Medalhas de Prata, e no somatório das categorias "carreira" e "contributo", foram contempladas 11 personalidades, englobando diferentes entidades e profissionais que, a vários níveis e ao longo dos seus percursos, contribuíram para a "afirmação e notoriedade" do destino Madeira.

Foram também entregues 15 Medalhas de Bronze.

"Estas pessoas e estas instituições são a demonstração de que temos entre nós os melhores, indiscutivelmente", declarou Miguel Albuquerque, realçando que é com base no seu "exemplo e dedicação contínua" que é possível continuar a olhar o futuro com "renovada esperança".

As medalhas foram entregues numa altura em que a Madeira recebeu pela sexta vez consecutiva o prémio para Melhor Destino Insular da Europa, no World Travel Awards, que decorreu no Funchal no sábado, 08 de junho, e num ano em que se comemoram os 600 anos da descoberta da ilha.

"Hoje prestamos homenagem a pessoas e instituições que constituem um exemplo para todos nós, um exemplo de responsabilidade, de trabalho, de decência, de civismo e de mérito", declarou o chefe do executivo.

Carmo Fontes, técnica especialista em turismo e membro da comissão dos 600 anos da descoberta do arquipélago, discursou em nome nos galardoados, vincando a importância de refletir sobre a "dimensão global" do turismo e o seu impacto socioeconómico na região.

Segundo a representante, é fundamental considerar e entender a cultura e a sustentabilidade ambiental como dois dos principais fatores de atratividade e valorização do setor.

Carmo Fontes destacou, por outro lado, o desempenho do povo madeirense, que sempre "gostou de receber" e possuiu "consciência turística".

"Tenhamos sempre o bom senso de não perder estes valores, tenhamos sempre o bom senso inclusive de saber aprofundar estes valores", alertou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.