Qualidade de vida

Macau tem falta de cursos superiores de Arquitectura


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Nov de 2007, 14:29

Macau perde qualidade de vida a cada minuto que passa e os responsáveis políticos e das instituições de ensino superior erram quando não criam um curso de arquitectura no território, considerou o arquitecto Carlos Marreiros.
Em declarações à agência Lusa, na noite de Segunda-feira, à margem do lançamento do livro “Architecture Culture Environment Macau”, Carlos Marreiros sublinhou que a obra resulta das comunicações de um seminário que foi pensado como um curso de licenciatura, depois de mestrado e que acabou em palestras porque “quem de direito” entendeu que “não era economicamente viável” fazer um curso.
 
“Falta sensibilidade aos responsáveis do ensino superior em Macau porquanto não haver uma licenciatura em Arquitectura e Urbanismo numa terra em que o desenvolvimento urbano é tão grande”, sustenta Carlos Marreiros.|
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.