Lúcia Arruda é mandatária regional do Bloco de Esquerda

Lúcia Arruda é mandatária regional do Bloco de Esquerda

 

Lusa/AO online   Regional   23 de Jul de 2019, 15:16

A antiga coordenadora do Bloco de Esquerda nos Açores e ex-deputada regional e municipal Lúcia Arruda é a mandatária bloquista na região para as eleições legislativas de outubro.

Lúcia Arruda, que foi coordenadora do Bloco de Esquerda nos Açores entre 2014 e 2016, é jurista e desenvolveu trabalho na área social, nomeadamente no Centro de Apoio ao Imigrante, na Associação ARRISCA – Associação Regional de Reabilitação e Integração Sócio Cultural dos Açores (cidadãos deportados, toxicodependentes, ex-reclusos em processo de integração), e na Rede de Apoio Integrado à Mulher em Risco (mulheres vítimas do crime de maus tratos).

Além de coordenadora do BE/Açores, Lúcia Arruda foi deputada à Assembleia Legislativa dos Açores e deputada da Assembleia Municipal de Ponta Delgada.

O atual coordenador do Bloco de Esquerda nos Açores, António Lima, é o primeiro candidato do círculo eleitoral açoriano às eleições legislativas de outubro.

António Lima é natural da ilha de São Miguel, tem 38 anos, é licenciado em Biologia e Geologia e desempenhou funções como formador em várias instituições de ensino.

Coordenador do Bloco de Esquerda nos Açores há um ano, é deputado à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e pertence à mesa nacional do BE.

Em segundo lugar na lista do BE pelo círculo eleitoral dos Açores surge Alexandra Manes, natural da ilha das Flores, licenciada em Educação e atual assessora do grupo parlamentar do BE na Assembleia Legislativa dos Açores.

Segue-se Ricardo Furtado, da ilha do Faial, técnico de informática, com 33 anos, Paulo Sanona, de Santa Maria, com 51 anos, ajudante de reabilitação, e Vera Pires, de São Miguel, com 54 anos, licenciada em Línguas e Literaturas Europeias e funcionária da SATA Air Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.