Jornalistas da SIC, DN e TSF recebem hoje prémios por defesa dos direitos humanos


 

Lusa/AO Online   Nacional   9 de Dez de 2008, 11:23

Os jornalistas Carlos Rico e Miriam Alves, da SIC, Maria do Céu Neves, do DN, e João Paulo Baltazar, da TSF, recebem hoje prémios por trabalhos jornalísticos sobre a promoção e defesa dos direitos humanos e integração.

    Esta será a primeira edição do Prémio, organizada pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, em colaboração com a Comissão Nacional da UNESCO e com o Gabinete para os Meios de Comunicação Social, no âmbito da designação de 2008 como Ano Europeu do Diálogo Intercultural e da comemoração do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

    Na cerimónia, que será iniciada por uma conferência de Mário Soares, Carlos Rico será distinguido com o Prémio do Diálogo Intercultural pela sua peça "Escrito na Palma da Mão", apresentada na SIC.

    A peça foi considerada pelo júri como “um testemunho vivo relativamente ao diálogo intercultural, com as suas virtualidades e resistências e um apelo pedagógico a uma mudança positiva de atitudes”.

    Também por uma peça transmitida na SIC, a jornalista Miriam Alves irá receber o primeiro prémio da categoria de Meios Audiovisuais com "O Balneário".

    O prémio foi atribuído por se tratar de "um exercício de comunicação de grande qualidade que permite uma visão abrangente de uma realidade social complexa, onde as carências e a exclusão são mostradas no seu ambiente natural e sem artificialismos".

    Na categoria de Imprensa Escrita, o primeiro prémio foi atribuído a Maria do Céu Neves pelo seu artigo "Portugueses alimentam nova escravatura na UE", publicado no Diário de Notícias.

    Nesta categoria foi ainda atribuída uma menção honrosa a Henrique Botequilha e Isabel Marques da Silva pelo artigo "As Novas Escravas", publicado na revista Visão.

    O júri explica as duas distinções pela pertinência do tema e pela "grande qualidade jornalística colocada no seu tratamento".

    O primeiro prémio da categoria de Rádio foi dado a João Paulo Baltazar pela sua peça "O Meu Filho Chocolate", emitida na TSF, “pela escolha do tema e pelo seu tratamento de extrema qualidade”.

    O júri - constituído por Guilherme d'Oliveira Martins, Ana Sousa Dias e Isabel Férin - decidiu ainda atribuir menções honrosas aos trabalhos "O Melhor Jogador do Mundo" de Jaime Cravo, apresentado na SportTV, "O Mundo na Escola" de Conceição Queiroz, apresentado na TVI, "Rosa Brava" de Pedro Coelho, apresentado na SIC, e "A Longa Viagem de José Lima" de Pedro Pinto, apresentado na RTP.

    Os prémios são atribuídos hoje às 17:00 na Sala dos Espelhos do Palácio Foz, em Lisboa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.