Liga Portuguesa

Jaime Pacheco admite abandonar comando técnico


 

Lusa/AO   Futebol   11 de Nov de 2007, 20:43

Jaime Pacheco admitiu abandonar o comando técnico da equipa de futebol Boavista caso os responsáveis do clube pretendam.
Jaime Pacheco admitiu, depois da goleada sofrida com o Benfica (6-1), no Estádio da Luz, abandonar o comando técnico da equipa de futebol Boavista caso os responsáveis do clube pretendam.
Após o pesado resultado da 10ª jornada da Liga, o treinador do Boavista afirmou ter consciência do mau momento da equipa "axadrezada" e, apesar de considerar que têm de "mudar algumas coisas", assume "as responsabilidades".
"Se começar por mim, não tenho problema nenhum", disse, salientando aceitar uma decisão da Direcção em exercício ou do novo elenco que sairá das eleições de sábado.
O Boavista, que ocupa a penúltima posição do quadro classificativo da Liga quando estão disputadas dez jornadas, não tem qualquer vitória na competição e é a segunda equipa mais batida, com 18 golos, menos um do que a Naval.
"A equipa não tem tido sorte", frisou Jaime Pacheco, aludindo, em particular, à goleada sofrida no Estádio da Luz, apesar da formação axadrezada ter-se colocado primeiro em posição de vantagem.
"Tivemos muitas oportunidades, não concretizámos. Ainda marcámos um golo, depois sofremos a expulsão e o Benfica impôs-se. Esta equipa não é tão má como isso", sintetizou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.