Cultura

IV Outono Vivo na Praia da Vitória

 IV Outono Vivo na Praia da Vitória

 

Lusa / AO online   Regional   20 de Out de 2009, 16:53

A Feira do Livro do IV Outono Vivo, que decorre de 30 de Outubro a 8 de Novembro na Praia da Vitória, na ilha Terceira, terá à venda mais de 17 mil obras, de 150 editoras portuguesas.
Esta edição do Outono Vivo, uma iniciativa da Câmara da Praia da Vitória orçada em 120 mil euros, inclui ainda, além da feira do livro, exposições, sessões de trabalho em escrita e artesanato, conferências e o 13.º Festival do Ramo Grande, com Dr. Lonnie Smith, Júlio Pereira e Ivo Papasov and The Wedding Band.

Para o presidente do município, Roberto Monteiro, esta é uma oportunidade para “promover o concelho dentro da região e no país", salientando que o evento garante sempre "a presença de muita gente das outras ilhas, bem como alguns turistas que procuram realizações culturais”.

“É também uma forma de pôr a população da ilha (Terceira) em contacto com bens culturais a que, de outra forma, não teriam acesso", afirmou o autarca, destacando ainda a promoção do "gosto pelo livro e pela leitura, em particular junto dos jovens”.

O programa de exposições inclui duas mostras de fotografia, 'Dançar com a intimidade', de Eduardo Pinto, e 'O meu Blog', de Bruno Ázera, uma Colectiva de Arte e uma exposição de pintura de Delia Carvalho, denominada 'Lugares Íntimos em Rostos Públicos', além de uma iniciativa de poesia nas montras do comércio local, intitulada 'Montras de Arte'.

As conferências vão abordar temas como 'Evolucionismo, Darwin e os Açores', 'As artes digitais nos espaços públicos', 'A língua portuguesa, nosso património, nossa identidade', 'A televisão e as novas tendências multimédia' e 'Os livros da minha vida'.

Para os mais jovens, o programa do IV Outono Vivo prevê, diariamente, sessões de teatro de fantoches e vários ateliers, estando prevista a visita de diversas escolas, num esforço de sensibilização dos mais jovens para a leitura.

Na Feira do Livro, a organização vai promover a venda de obras com 70 por cento de desconto sobre o preço de capa, além de saldos, com livros a um euro.

No ano passado, foram vendidos cerca de 10 mil livros aos 12.500 visitantes do certame.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.