IRS vale 65% da receita total que o Governo espera para reduzir défice


 

Lusa/AO online   Economia   15 de Out de 2012, 18:09

O Governo espera que a receita com as mexidas no IRS renda 65 por cento da receita total prevista na proposta de Orçamento do Estado para 2013, ou 2.810 milhões de euros.

De acordo com o documento de suporte do ministro das Finanças durante a apresentação do orçamento em conferência de imprensa que decorre hoje em Lisboa, as mexidas no IRS darão a maior fatia da receita esperada para cumprir as metas do défice, 2.810 milhões num total de 4.312 milhões de euros.

Para esta receita irá contribuir a redução dos escalões de IRS de oito para cinco e a redução dos montantes associados aos escalões, assim como a sobretaxa de 4 por cento a retirar mensalmente nos salários.

A segunda maior fatia do lado da receita está prevista com o IMI, 340 milhões de euros, e do IRC, 215 milhões de euros.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.