Açoriano Oriental
Incerteza económica leva OPEP a reduzir expetativas de consumo de petróleo
A OPEP reviu em baixa, ainda que ligeira, as previsões de consumo de petróleo para 2014 e 2015 devido à lentidão e aos desequilíbrios do crescimento da economia mundial, anunciou hoje a organização
article.title

Foto: William Picard
Autor: LUSA/AO online

Segundo o relatório mensal sobre o mercado petrolífero da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) hoje divulgado em Viena, as dúvidas sobre a evolução da economia, especialmente nos países ricos da Europa, reduziram as expetativas de consumo de petróleo em 2014 para 91,19 milhões de barris por dia.

Esta previsão de consumo em 2014 traduz um aumento de 1,17% face a 2013, mas uma redução em relação à estimativa da OPEP realizada em agosto.

Para 2015, a OPEP prevê uma procura de petróleo de 92,38 milhões de barris de petróleo por dia, ligeiramente abaixo da previsão anterior.

"A revisão em baixa é em grande parte resultante de uma atividade (económica) mais fraca do que o esperado na primeira metade de 2014 na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), que agrupa os países mais industrializados, ainda que a OPEP também tenha reduzido as expetativas de consumo nalguns países da Ásia e da América Latina, como o Brasil.

Em conjunto, o consumo nos países ricos deverá cair 0,39% em 2014 e 0,03% em 2015, com os Estados Unidos como a única grande nação industrializada a aumentar a procura.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.