Açoriano Oriental
Herança açoriana de Devin Nunes “molda a forma como ele vê a América”, diz autor

A herança açoriana de Devin Nunes, lusodescendente que representa o 22.º distrito da Califórnia, "molda a forma como ele vê a América", disse à Lusa Lee Smith, autor de um livro sobre o congressista.

article.title

Foto: José António Rodrigues/GACS
Autor: AO Online/ Lusa

"A comunidade portuguesa da Califórnia é uma parte importante do livro", disse Lee Smith, "e também a forma como o congressista cresceu", salientou.

O autor escreveu "The Plot Against the President: The True Story of How Congressman Devin Nunes Uncovered the Biggest Political Scandal in U.S. History", publicado no final de outubro de 2019 pela Central Street, do grupo Hachette.

"Quem ele é como pessoa está muito ligado a esta comunidade. O seu sentido do que é a América, o que é o dever e a responsabilidade, vêm muito da sua família e sentir-se açoriano", afirmou Lee Smith, que passou algum tempo com Devin Nunes e o seu círculo próximo em Tulare, vale central da Califórnia, durante a pesquisa para o livro.

Segundo Smith, que travou conhecimento com o congressista luso-americano em março de 2017, Devin Nunes "sente-se extremamente orgulhoso da história da sua família, o facto de serem portugueses".

A comunidade portuguesa, que se encontra em grande concentração no vale central, é realçada pela importância que teve na história da Califórnia. "São agricultores, pessoas de muito trabalho, produtores de leite, agricultores de pistáchios", sublinhou Lee Smith.

"Faz parte de como o congressista encara a sua identidade americana", vincou.

No primeiro capítulo, Devin Nunes diz que os Açores são "um local lindíssimo mas também difícil de viver" e caracteriza os açorianos como "pessoas resistentes" que "sabem que têm de contar consigo próprias".

A sua família, que detinha uma pequena propriedade agrícola, era pobre mas sobreviveu mesmo durante a depressão, lê-se no livro.

"Os leitores portugueses podem ficar surpreendidos e ao mesmo tempo agradados ao saberem que isto é sobre um homem de uma família açoriana cuja herança molda a forma como ele vê a América e a Califórnia", disse Lee Smith.

"Os portugueses foram muito importantes para o assentamento e prosperidade da Califórnia. Sem o seu contributo e a sua lavoura, sem a sua indústria e trabalho árduo, isto seria um sítio muito diferente", destacou.

Em algumas páginas do livro Lee Smith retrata um evento da comunidade portuguesa perto de Tulare em que o congressista participou.

O lusodescendente representa o 22.º distrito na Câmara dos Representantes desde 2002, tendo sido reeleito nas intercalares de novembro de 2018 pela menor margem da sua carreira, algo que Lee Smith abordou no livro como resultado de "uma campanha contra Devin Nunes".

A narrativa caracteriza o ‘Russiagate’ como uma "teoria da conspiração" e toma o ponto de vista do congressista que Lee Smith chamou de "herói luso-americano" porque "desmascarou" uma trama contra Donald Trump, perpetrada por agentes do anterior Presidente, Barack Obama, e da candidata do Partido Democrata derrotada em 2016, Hillary Clinton.

O livro foi escrito com base em conversas entre o autor e Devin Nunes durante cerca de dois anos e retrata o período entre a primavera de 2017 e o verão de 2019, altura em que o procurador especial Robert Mueller, que investigou as ligações entre a campanha de Donald Trump e a Rússia, testemunhou perante o congresso norte-americano.

O congressista lusodescendente está envolvido em vários processos legais contra os seus críticos, incluindo a estratega republicana Liz Mair, a rede social Twitter e alguns dos seus utilizadores anónimos e também meios de comunicação social, como a CNN e o jornal Fresno Bee, diário da cidade californiana de Fresno.

Devin Nunes é neto de açorianos e um de três luso-americanos no congresso norte-americano, juntamente com Jim Costa, democrata pelo 16.º distrito da Califórnia, e Lori Loureiro Trahan, democrata pelo 3.º distrito do Massachusetts.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.