Hélder Rodrigues "cai" para quinto, Leal dos Santos retira-se

Hélder Rodrigues "cai" para quinto, Leal dos Santos retira-se

 

Lusa/AO online   Motores   19 de Out de 2011, 16:50

O motociclista Hélder Rodrigues (Yamaha) “caiu” hoje da liderança do Rali de Marrocos para o quinto posto, enquanto, nos carros, Ricardo Leal dos Santos (Mini) desistiu, devido a problemas mecânicos, na terceira etapa

Num total de 396 quilómetros, 388 dos quais cronometrados, o outro “motard” português presente, Paulo Gonçalves (Husqvarna), aproveitou para ascender da quinta à segunda posição, graças a uma jornada na qual foi o segundo melhor, escassos 26 segundos atrás do espanhol Joan Barreda (Husqvarna).

Barreda lidera agora a classificação geral das duas rodas, com 2.21 minutos de vantagem sobre Gonçalves, ao passo que Rodrigues, recentemente sagrado campeão do mundo de todo-o-terreno, segue no quinto lugar, a 12.19 minutos do topo.

Nos carros, apesar da vice-liderança da prova, a equipa de Leal dos Santos decidiu retirar a sua viatura da corrida, em virtude das dificuldades sentidas no motor, e já não alinhou à partida para a tirada.

“Foi com uma enorme tristeza que recebemos a decisão tomada pela equipa, mas temos de compreender que esta prova é, acima de tudo, um grande teste para o Dakar e os técnicos terão de analisar o nosso motor para perceber o que se pode estar a passar”, lamentou o piloto luso, citado pela sua assessoria de imprensa.

Elisabete Jacinto (MAN) e os co-pilotos Marco Cochinho e o belga Charly Gotlib foram a terceira entre os camiões e encontra-se no terceiro lugar da tabela da categoria, a mais de duas horas da viatura líder, comandada pelo holandês Gerard De Rooij.

Na quinta-feira, na quarta de seis etapas desta prova marroquina, o percurso vai ser composto por 245 quilómetros de setores seletivos, denominados Le Rodeo des Sables.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.