Turismo

Guia Lonely Planet considera Portugal destino obrigatório

Guia Lonely Planet considera  Portugal  destino obrigatório

 

Lusa/AO Online   Economia   6 de Nov de 2009, 14:35

- Portugal é um dos dez destinos recomendados pelo guia turístico “Lonely Planet’s Best in Travel 2010” como país de visita obrigatória em 2010, anunciou hoje o Turismo de Portugal.

O guia turístico de nível mundial Lonely Planet’s

refere Portugal como “uma sociedade de grandes tradições, com festas religiosas e populares” e que “está a ser percorrido por uma vaga de modernidade que contamina as cidades, especialmente os centros históricos”.

Portugal é ainda referido como estando “comprometido com o desenvolvimento sustentável e na vanguarda da inovação, ao investir fortemente na energia limpa e participando na produção de veículos não poluentes”.

Outra das transformações apontadas pelo guia foi a que ocorreu nos últimos cinco anos na gastronomia nacional, que levou ao surgimento de restaurantes inovadores, onde se concebe e se serve o melhor da cozinha de fusão de nível internacional.

Esta revolução estende-se também ao vinho, área onde os produtores nacionais têm ganho sucessivos reconhecimentos em concursos internacionais com os seus “vintages produzidos a partir de castas nativas”.

O guia recomenda aos turistas experiências a não perder como a prova dos vários vinhos do Porto, um passeio pelas povoações graníticas nas remotas montanhas da Peneda-Gerês, ver um pôr-do-sol nos monumentos megalíticos junto a Évora ou passar por Lisboa para provar o incontornável pastel de Belém.

“O Turismo de Portugal congratula-se com esta distinção, que classifica o País como um destino em transformação, apelativo, que inova na oferta, apostado na modernidade e na sustentabilidade”, afirma o organismo estatal.

Além de Portugal, o Lonely Planet considera incontornáveis em 2010 visitas a El Salvador, Alemanha, Grécia, Malásia, Marrocos, Nepal, Nova Zelândia, Suriname e Estados Unidos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.