Graça Silveira abandona grupo parlamentar em colisão com Artur Lima

Graça Silveira abandona grupo parlamentar em colisão com Artur Lima

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Out de 2019, 17:09

A deputada do CDS-PP à Assembleia Legislativa dos Açores Graça Silveira anunciou resta segunda-feira que vai abandonar o seu grupo parlamentar, por causa da "prepotência" e "perseguição" do líder regional do partido, Artur Lima.

"Enquanto Artur Lima mantiver esta atitude vingativa e persecutória em relação a uma deputada também eleita pelo seu partido, e enquanto não se esclarecerem um conjunto de preocupantes suspeições que fogem ao controlo democrático do grupo parlamentar, suspendo a minha participação", esclareceu Graça Silveira, em conferência de imprensa, na sede do parlamento, na cidade da Horta.

A deputada centrista lembrou que Artur Lima tentou impedi-la de exercer as suas funções parlamentares, nomeadamente afastando-a de todas as comissões permanentes, e reduzindo ao máximo as suas intervenções em plenário, considerando que se trata de uma atitude de "prepotência" e de "humilhação inaceitável".

"A minha exclusão de todas as comissões, impedindo-me de exercer o meu mandato com dignidade e seriedade, é uma humilhação inaceitável, quer perante os eleitores, quer perante os meus pares nesta Assembleia", lamentou Graça Silveira.

Segundo explicou, esta atitude persecutória surgiu depois de ter assumido publicamente o seu apoio à candidatura de Luís Silveira, presidente da Câmara Municipal das Velas, que é candidato à liderança do CDS-PP/Açores, contra Artur Lima.

"Assim, a partir de hoje, passarei, de novo, a exercer as minhas funções enquanto deputada, eleita pelo CDS, mantendo a militância no CDS, continuando a cumprir com as minhas obrigações enquanto dirigente regional e nacional do CDS, mas fora do grupo parlamentar presidido pelo deputado Artur Lima", frisou Graça Silveira.

A deputada esclareceu também que, logo que se verificar uma "clarificação" de todos os atos que envolvem e perturbam o grupo parlamentar do CDS, estará disponível para voltar a ocupar o seu lugar na bancada centrista, que era composta, até agora, por quatro deputados.

O CDS/Açores tem marcado para 07 e 08 de dezembro o seu X Congresso Regional, que irá decorrer na ilha Terceira.

Recorde-se que na noite das eleições legislativas nacionais do passado dia 06 de outubro, após serem conhecidos os resultados, o cabeça de lista do CDS à Assembleia da República, Rui Martins, lamentou que nem todos os dirigentes do partido tenham feito campanha ao seu lado, referindo-se, expressamente, entre outros, a Luís Silveira e a Graça Silveira.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.