Açoriano Oriental
Governo espanhol aprova aumento de 2,0% dos salários dos funcionários públicos

O Conselho de Ministros espanhol aprovou um aumento de 2,0% dos salários dos funcionários públicos para 2020, a ser aplicado a partir de 01 de janeiro último, informou a ministra Porta-voz e das Finanças, Maria Jesus Montero.

article.title

Foto: EPA/Juan Carlos Hidalgo
Autor: Lusa/AO Online

"Estamos a cumprir o nosso compromisso com os funcionários públicos, uma prioridade, porque eles são a base do nosso Estado de bem-estar", disse Montero na conferência de imprensa que se seguiu o Conselho de Ministros.

O aumento de 2,0% estava já previsto no acordo a três anos assinado em março de 2018 entre o Governo, que na altura era da responsabilidade do PP (Partido Popular, direita), e os sindicatos.

O atual executivo liderado pelo PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol) teve que cumprir este compromisso desde que chegou pela primeira vez ao poder em junho de 2018.

O Conselho de Ministros também aprovou hoje a declaração de "emergência climática e ambiental" e comprometeu-se que nos próximos 100 dias irá tomar medidas neste setor.

Uma delas será a apresentação no parlamento da proposta de lei das Alterações Climáticas e a definição da estratégia de descarbonização para se alcançar a neutralidade climática em 2050.

Este anúncio foi feito na mesma conferência de imprensa pela vice-Presidente do Governo e Ministra da Transição Ecológica e do Desafio Demográfico, Teresa Ribera, que também anunciou a criação de uma Assembleia de Cidadãos sobre Alterações Climáticas, que vai incluir a participação dos jovens.

A ministra destacou o seu firme compromisso com a declaração por "três razões": pela justiça climática, pelo futuro do país, que requer um projeto ambiental transversal para uma transformação inclusiva, e pela responsabilidade perante o desafio colocado pela mudança climática.

Uma das primeiras medidas tomadas pelo novo Governo de coligação espanhol, entre o PSOE e o Unidas Podemos (extrema-esquerda), que tomou posse na segunda-feira da semana passada, foi que o Conselho de Ministros passava a realizar-se semanalmente às terças-feiras e não às sextas-feiras, como até agora.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.