Governo de Timor-Leste paga mês de salário extra ao setor público


 

Lusa/AO Online   Internacional   4 de Dez de 2013, 09:15

O governo de Timor-Leste decidiu, em Conselho de Ministros extraordinário realizado sábado, pagar um mês de salário extra ao setor público, refere em comunicado o executivo timorense.

"Este diploma aprova o pagamento extraordinário, com carácter único, de um mês de salário base aos funcionários e agentes, ainda que temporários mas contratados há pelo menos um ano, aos dirigentes da Função Pública, aos elencados no artigo 2.º deste Decreto-Lei e aos membros dos órgãos de soberania do Estado", pode ler-se no comunicado divulgado, na terça-feira, à imprensa.

Segundo o documento, a decisão foi "tomada de acordo com a política de preservação, valorização e reconhecimento dos recursos humanos ligados à Administração Pública que o Governo mantém".

Os funcionários públicos em Timor-Leste não recebem subsídios de férias, nem 13.º mês e têm 20 dias de férias.

Desde 2010, que o governo timorense aprova o pagamento de um mês de salário extraordinário em dezembro ao setor público.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.