GNR pondera juntar-se à concentração de polícias


 

Lusa/AO online   Nacional   21 de Set de 2010, 18:25

A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) está “decepcionada” com a reunião desta terça-feira com o secretário de Estado adjunto e da Administração Interna e pondera juntar-se à concentração de sindicatos de polícia, marcada para quinta-feira.
“Não houve nenhuma solução para os diversos assuntos em apreciação. Ficámos muito desapontados”, disse à agência Lusa o presidente da APG, José Manageiro, acrescentando que os temas abordados foram a regulamentação do horário de referência, a transição para a nova tabela remuneratória, as promoções em atraso, o sistema retributivo e a assistência na doença.

Agora, a APG vai reunir com a Comissão Coordenadora Permanente dos Sindicatos e Associações das Forças e Serviços de Segurança e com a Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP), estando a ser ponderada a hipótese de se juntar à concentração de polícias, frente ao Ministério da Administração Interna, que começa na quinta-feira por tempo indeterminado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.