Furacão Hanna provoca 500 mortos no Haiti


 

Lusa/AO   Internacional   6 de Set de 2008, 08:18

Cerca de 500 cadáveres foram encontrados na cidade de Goinaves, no Haiti, a área mais atingida pela passagem do furacão Hanna no país, informou hoje a polícia local.
O último balanço de mortos apontava para os 136 mas o abrandamento da tempestade permitiu aprofundar a procura de vítimas do Hanna, sobretudo em Goinaves, onde a água chegou à altura de três metros.

    "O tempo está mais calmo agora e estamos a encontrar mais corpos. Foram encontrados 495 corpos até agora e há mais 13 pessoas desaparecidas", disse um representante da polícia local.

    O Hanna aproxima-se agora das costas americanas, ameaçando as Caraíbas e os estados do Sul dos Estados Unidos, onde já estão a ser tomadas medidas de precaução.

    Às 03:00, o Hanna encontrava-se a 95 km da Carolina do Sul, com ventos de mais de 100 quilómetros por hora acompanhados de fortes chuvas.

    O norte-americano Centro Nacional de Furacões previu que o núcleo do Hanna atinja os Estados Unidos hoje de manhã e siga para a costa atlântica do país durante o fim-de-semana.

    Os governadores da Carolina do Norte e da Virgínia já decretaram o estado de emergência e o da Carolina do Sul apelou à evacuação voluntária das regiões ameaçadas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.