Francisco Louçã cessa funções como deputado ao fim de treze anos

Francisco Louçã cessa funções como deputado ao fim de treze anos

 

Lusa/AO online   Nacional   25 de Out de 2012, 17:11

O coordenador do BE, Francisco Louçã, comunicou esta quinta-feira à presidente da Assembleia da República o fim do seu mandato como deputado, função que ocupou durante treze anos, mas diz que continuará na vida política com "a mesma dedicação".

"Saio do Parlamento por uma razão e por mais nenhuma, entendo, para mim próprio, que o princípio republicano marca limites à representação que tenho desempenhado e exige a simplicidade de reconhecer que essa responsabilidade deve ser exercida com contenção. Ao fim de treze anos, reclamo a liberdade de influenciar o meu tempo, é agora o momento de uma renovação que fará um Bloco mais forte", pode ler-se numa carta aberta assinada pelo fundador do BE, a que a agência Lusa teve acesso.

O ainda coordenador bloquista, que também não se recandidatará a essas funções na próxima Convenção do partido, garante que continuará a sua "vida política com os mesmos valores e com a mesma dedicação ao Bloco de Esquerda e à luta sem tréguas pela justiça social".

"Se me perguntam o que farei a partir de hoje, quero responder-vos com toda a clareza: dedicarei o que sei e o que posso à luta por um governo de esquerda contra a ´troika' e, para isso, ao esforço de criar pontes e caminhos novos, de juntar competências, de ajudar a levantar a força deste povo", afirma Louçã.

Na missiva, o líder do BE insiste que é preciso um governo de esquerda "para romper com o memorando e para defender Portugal, o Portugal do trabalhador e do contribuinte, de quem luta pelo seu povo e não aceita a humilhação da guerra infinita contra os salários e as pensões".

"Contribuirei intensamente para isso, porque para lá chegar é preciso convicção e uma paciência impaciente que nunca desiste. Nunca desisto nem me canso disso, que é o essencial", declara Francisco Louçã.

O bloquista, catedrático em economia e professor no ISEG, diz ter vivido "com intensidade cada momento desta luta parlamentar, essencial para uma esquerda coerente" e deixa um agradecimento a todos os seus colegas de bancada.

"Agradeço a todas as deputadas e deputados do Bloco de Esquerda a força incessante que trazem a este confronto e tudo o que me ensinaram, e mais ainda o que vão continuar a fazer contra a política cínica do empobrecimento", afirma.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.