Festa do Avante! abre hoje para três dias de festa


 

Lusa/AO   Nacional   5 de Set de 2008, 06:24

A 32.ª Festa do Avante! começa hoje na Quinta da Atalaia, Seixal, para três dias com um programa de música, teatro, exposições e debates políticos, em que se destaca a "luta" contra o novo Código do Trabalho.
As portas da "festa" abrem às 18:00 e uma hora depois está prevista a "abertura" com uma breve intervenção do secretário-geral do partido.

    Será também Jerónimo de Sousa a fazer o discurso principal no comício de domingo, dia de encerramento da festa, com que os comunistas assinalam a "rentrée".

    Hoje à noite, além da grande gala de ópera, uma estreia da Festa do Avante!, no palco 25 de Abril, está agendado um debate sobre o XVIII congresso nacional do PCP, no final do ano, com João Frazão e Jorge Cordeiro, da Comissão Política.

    A "luta" contra o Código do Trabalho, apresentado pelo Governo e que será debatido dia 18 no Parlamento, é um dos temas centrais da festa, com um debate e o lançamento de uma campanha nacional contra as mudanças na legislação laboral.

    "Construída" por voluntários, Alexandre Araújo, do secretariado e da organização da festa, afirmou à Agência Lusa que, até ao passado fim-de-semana, os militantes tinham gasto "oito mil dias de trabalho" para preparar as estruturas da festa. No sábado, os comunistas vão fazer uma homenagem ao Nobel da Literatura e militante comunista José Samarago, em que será divulgada uma mensagem vídeo do escritor.

    Pelos palcos da festa do Avante! vão passar artistas portugueses como os Xutos e Pontapés, o fadista Camané, mas também convidados estrangeiros o guitarrista Nuno Mindellis ou os Coal Porters.

    A gastronomia portuguesa está representada na Festa do Avante! com dezenas de restaurantes e tasquinhas com sabores de todo o país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.