Legislativas regionais

Ferreira Leite confessa "tristeza" pela derrota do PSD


 

Lusa/AOonline   Regional   19 de Out de 2008, 20:51

A líder do PSD, Manuela Ferreira Leite reagiu este domingo com "tristeza" à derrota dos sociais-democratas nas eleições dos Açores, e destacou como "preocupantes" e "negativos" os elevados níveis de abstenção verificados.
"O PS ganhou as eleições e o PSD perdeu, não quero deixar de cumprimentar o presidente do PS/Açores, o dr.Carlos César, e cumprimentar também de forma muito solidária o dr.Carlos Costa Neves [candidato derrotado do PSD], um militante de enorme prestígio e de um empenho absolutamente excepcional, que sempre defendeu os valores do partido", afirmou Ferreira Leite.

    Questionada pelos jornalistas, a líder social-democrata disse reagir "com tristeza" à derrota do partido no arquipélago dos Açores, mas recusou fazer uma leitura nacional dos resultados de hoje.

    "Eu admitia uma leitura nacional se alguma vez se fizesse uma leitura nacional na Madeira", afirmou.

    Manuela Ferreira Leite, que sofreu hoje a sua primeira derrota desde que foi eleita presidente do PSD, nas directas de Maio deste ano, destacou ainda pela negativa os elevados níveis de abstenção verificados nos Açores.

    "O aspecto mais negativo é a questão da abstenção, que nos deve preocupar muitíssimo, é um aspecto preocupante", afirmou.

    A presidente reconheceu ainda que os objectivos "não foram atingidos", mas garantiu que os sociais-democratas vão trabalhar como partido da oposição.

    "Fomos confirmados como partido alternativo ao poder nos Açores, portanto vamos continuar o nosso trabalho de forma séria honesta e empenhada e como oposição vamos ajudar os açorianos a melhorar a sua situação", concluiu Manuela Ferreira Leite.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.