Médio Oriente

Fatah assinou acordo de reconciliação, Hamas pede mais tempo


 

Lusa / AO online   Internacional   15 de Out de 2009, 18:55

Um responsável do movimento Fatah anunciou que entregou no Cairo o acordo de reconciliação interpalestiniano assinado, enquanto o grupo Hamas pediu para reexaminar o texto e exigiu alterações antes de o aceitar.
"O Hamas pediu oficialmente ao Egipto para lhe dar dois ou três dias para concluir as consultas internas", disse à agência AFP Taher al-Nounou, porta-voz do movimento islamita.

Em Damasco, uma coligação de organizações palestinianas com sede na Síria, incluindo o Hamas, tinha anunciado antes, em comunicado, a sua recusa em aceitar o acordo proposto pelo Egipto, reclamando alterações no texto como o direito de resistência a Israel.

No Cairo, Azzam al-Ahmad, negociador da Fatah, a facção a que pertence o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, indicou que entregou aos mediadores egípcios o texto do acordo assinado.

"Agora esperamos a resposta do Hamas. É hoje a data limite para assinatura do acordo. Vai haver uma reunião hoje à noite para estudar as próximas etapas", afirmou o mesmo responsável.

Em Ramallah (Cisjordânia), Mahmud Abbas também disse que a Fatah espera uma resposta do Hamas e acrescentou que caso este não assine o acordo vai convocar eleições até 24 de Janeiro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.