Liga Orangina

Exibição encarnada quase roçou a perfeição

Exibição encarnada quase roçou a perfeição

 

Arthur Melo   Futebol   28 de Ago de 2011, 21:09

Primeira vitória da época e logo num campo tradicionalmente difícil. Níveis de eficácia da equipa de Bruno Moura estiveram nos cem por cento: dois remates, dois golos

A concretização e o seu nível de eficácia foi o principal assunto que no lançamento desta partida em Matosinhos ocupou a conferência de imprensa de Bruno Moura, sexta-feira em Ponta Delgada.  Na ocasião o técnico não escondeu que ainda (como há!) tem muito para ser trabalhado neste capítulo mas, ao mesmo tempo, mostrou confiança em que as ocasiões que a equipa consegue vão começar a ser concretizadas.
Ontem, num campo onde tradicionalmente o Santa Clara não se dá bem, os níveis de eficácia da equipa estiveram nos cem por cento: dois remates e igual número de golos.
O livre de Lourenço em cima do intervalo ainda esbarrou na trave, mas o posterior desvio nas costas de Waldson foi bem aproveitado pelo veloz Moreira que foi mais rápido e de cabeça inaugurou o marcador antes do descanso, vantagem que, em abono da verdade, era lisonjeiro para o Santa Clara (por inerência, o Leixões não merecia esta derrota parcial).
Os primeiros 45 minutos foram de entrega e de muita disputa a meio-campo, com ligeiro ascendente (sem no entanto se verificar domínio).

Reportagem completa na edição impressa de segunda-feira, dia 29 de Agosto de 2011, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.