Açoriano Oriental
Violência Doméstica
“Estamos perante um desafio coletivo que tem de começar por cada um de nós”

A presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Maria José Duarte, defendeu “ser necessário que cada um de nós tome devida consciência de uma nova cultura comunitária no que à violência diz respeito: a cultura preventiva”.

“Estamos perante um desafio coletivo que tem de começar por cada um de nós”

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

A autarca, que falava na sessão de abertura das VI Jornadas da APAV Açores contra a Violência, lembrou que “é papel do Estado formar o Homem, a pessoa capaz de construir em si um quadro axiológico comportamental que evite a sua tendência agressora ou omissa na denúncia do outro que foi agressor”, mas que, “antes de uma atuação institucional, impõe-se, a mudança cívica”, disse citada em nota.

Tem sido com este sentido estratégico que o município de Ponta Delgada apoiou a instalação do Gabinete de Apoio à Vítima e é com este espírito de cooperação que se tem associado a diversas iniciativas de debate, reflexão e análise da situação da violência.

A presidente afirmou que “estamos satisfeitos com o feito, mas cientes de que ainda há tanto a fazer para reformar mentalidades e alterar procedimentos”, considerando que “estamos perante um desafio coletivo que tem de começar por cada um de nós”.

“A cada um de nós compete sensibilizar e educar os nossos familiares e amigos para a problemática da violência numa ótica preventiva e, sempre que ela se verifique, para o saber denunciar o agressor e apoiar a vítima”, apontou, rematando que “estamos perante uma situação elementar de Direitos Humanos” e que “todos somos poucos para este enorme desafio”.

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.