Açoriano Oriental
EBI de Água de Pau recebeu ação de sensibilização para os Direitos das Crianças

A presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, participou na segunda-feira, numa ação de sensibilização para os Direitos das Crianças, organizada pelo Comissariado dos Açores para a Infância (CAI), que decorreu na Escola Básica e Integrada de Água de Pau.


Foto: CML
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Esta ação realizou-se no âmbito da Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social – Plano Ação 2018-2019 e no Plano de Ação do Comissariado dos Açores para a Infância para 2019 e foi dividida em duas partes, sendo que a primeira foi destinada a crianças e jovens do 2º e 3º ciclo e a segunda, aos pais, cuidadores, familiares e entidades com competência em matéria de infância e juventude.


Em ambos os momentos, foram abordados diversos temas, nomeadamente a apresentação sobre a intervenção da CPCJ na modalidade alargada, no que diz respeito à promoção dos direitos das crianças e dos jovens e à prevenção da negligência. Segui-se a intervenção da Equipa de Saúde Escolar, que abordou a temática da Promoção dos Direitos das crianças e dos jovens. Finalmente, o Embaixador Português da Juventude para a Segurança da Internet, falou sobre os riscos associados à utilização da internet, a importância da supervisão, acompanhamento parental e os comportamentos de auto proteção.


De relembrar que, as Nações Unidas adotaram, há 30 anos, no dia 20 de novembro de 1989, a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), um documento que enuncia um conjunto de direitos fundamentais, nomeadamente civis, políticos, económicos, sociais e culturais, para todas as crianças. Esta Convenção assenta sobre quatro princípios fundamentais: a não descriminação, o interesse superior da criança, a sobrevivência e desenvolvimento e opinião da criança.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.