Economia

"É preciso melhorar reputação de Portugal" diz Carlos Moedas

"É preciso melhorar reputação de Portugal" diz Carlos Moedas

 

Lusa/AO online   Economia   12 de Dez de 2011, 17:34

O secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas, disse que o cumprimento do acordo assumido com a 'troika' é insuficiente para combater o preconceito face a Portugal e levar o país a recuperar a sua reputação.
"Portugal não pode partir do princípio de que cumprir o programa é suficiente. É o mais importante, mas também é necessário combater a tendência de colocar todos os países do Sul no mesmo saco", afirmou hoje Carlos Moedas no Encontro Deustche Bank/Expresso, em Lisboa.

Segundo o governante, Portugal precisa de "combater o preconceito de que não é capaz de cumprir os compromissos de forma rigorosa e atempada" para que não seja confundido com outros países.

"Portugal sofre o efeito de que, na dúvida, está pior do que realmente está, e de que os problemas que atingem os países do Sul [da Europa] também atingem Portugal", acrescentou.

Por esse motivo, disse Carlos Moedas, Portugal tem de cumprir para "voltar aos mercados assim que possível" e criticou a forma como alguns comentadores se referem a Portugal enquanto 'bom aluno'.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.