Dilma será primeira mulher a abrir debate da Assembleia-geral da ONU

Dilma será primeira mulher a abrir debate da Assembleia-geral da ONU

 

Lusa/AO Online   Internacional   21 de Set de 2011, 07:43

A Presidente do Brasil, Dilma Roussef, pronuncia hoje o discurso de abertura do debate geral da 66ª Assembleia-geral das Nações Unidas, tornando-se na primeira mulher a abrir o plenário anual da ONU.

Por tradição, o Brasil é o primeiro país a discursar no conclave da ONU e a comunicação da chefe de Estado brasileira, deverá ser seguida pela do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

No discurso de abertura do debate-geral, há a expectativa de que Dilma Rousseff mencione o pedido de reconhecimento da Palestina como Estado membro da ONU, que o presidente da Autoridade Palestiniana se prepara para apresentar na sexta-feira.

Em agenda para o debate da sessão anual das Nações Unidas incluem-se ainda temas como a fome na Somália e a crise humanitária no Corno de África, ou o impacto da “primavera árabe”.

No primeiro dia de trabalhos está também prevista a intervenção do Presidente de Moçambique, Armando Guebuza.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.