Dez mil militantes escolhem terça-feira nova liderança do PSD Açores

Dez mil militantes escolhem terça-feira nova liderança do PSD Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   10 de Dez de 2008, 11:22

O PSD/Açores vai escolher terça-feira uma nova liderança, através de eleições directas a que concorre uma única candidata, Berta Cabral, e em que podem votar os cerca de dez mil militantes sociais-democratas das ilhas.
O secretário-geral do PSD/Açores, Jorge Macedo, adiantou hoje à agência Lusa que, a 16 de Dezembro, cerca de dez mil militantes do partido no arquipélago estão em condições de exercer o seu direito de voto, independentemente de terem ou não as quotas em dia.

    Segundo o dirigente social-democrata, o PSD/Açores nunca aprovou um regulamento de quotas, pelo que todos os militantes inscritos no ficheiro regional estão automaticamente habilitados a participar nos actos eleitorais.

    "A votação vai contar com 57 mesas de voto espalhadas pelas nove ilhas", revelou Jorge Macedo, que explicou que a hora de abertura das mesas vai variar entre os concelhos para respeitar "velhas tradições", mas encerram em simultâneo às 22:00 locais (23:00 de Lisboa).

    As primeiras eleições directas no PSD/Açores realizaram-se a 09 de Novembro de 2007 e foram ganhas por Carlos Costa Neves, que se demitiu em Outubro deste ano na sequência da derrota do partido nas legislativas regionais.

    A actual presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Berta Cabral, é a única candidata à liderança do partido, que concorre com o intuito de "promover a unidade interna e obter o apoio da sociedade açoriana" para um novo projecto de governo em 2012.

    "Considerando todos os argumentos invocados e o sentido de serviço que sempre imprimi à minha conduta cívica e profissional, aceito o desafio de dar o meu contributo à minha região", afirmou Berta Cabral no dia em que apresentou a sua candidatura.

    Na sua Moção Global de Estratégia, designada "Mãos à obra pelos Açores", Berta Cabral destaca que "arregaça as mangas e lança mãos à obra" para vencer as eleições regionais em 2012 e retirar o poder ao partido socialista no arquipélago.

    As segundas directas do PSD/Açores vão servir, também, para escolher os delegados ao XVIII Congresso Regional do partido, agendado para 16, 17 e 18 de Janeiro, na cidade de Ponta Delgada, ilha de São Miguel.

    "Serão eleitos 300 delegados nas directas para o Congresso Regional em Janeiro, que terá lugar no Coliseu Micaelense", adiantou o secretário-geral do PSD/Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.