Açoriano Oriental
Deputados do PSD-Madeira sem sentido de voto definido para o OE
Os quatro deputados do PSD-Madeira não têm ainda definido o sentido de voto que vão assumir no Orçamento do Estado, revelou esta noite Guilherme Silva, no final da reunião da Comissão Política Regional do partido.

Autor: Lusa/AO On line
“Vamos ver duas coisas, uma, qual vai ser a evolução desta posição do PS no Governo relativamente às condições, propostas ou pressupostos que foram colocados pelo PSD e vamos ver o que se passará relativamente à Madeira nas eventuais propostas que tenhamos que apresentar e no grau de receptividade”, disse.

“Estamos mesmo a pensar pedir uma audiência ao ministro das Finanças, uma vez que disse que tinha o telefone 24 sobre 24 horas disponível”, acrescentou o deputado social-democrata.

“Vamos fazer também esta ‘checkagem’, a ver se essa abertura é extensiva às propostas das regiões autónomas e mais concretamente às propostas que o PSD-M tenha a apresentar em matéria orçamental”, realçou.

Para Guilherme Silva, “é prematuro estar a pré-anunciar uma posição dos deputados do PSD-M”. Mas, “que fique claro que é uma posição que é independente da posição do PSD nacional, ou seja, a opção que vamos fazer no voto ao Orçamento é aquela que, na nossa avaliação, corresponda à representação que temos do povo da Madeira”, frisou.

Guilherme Silva reconheceu, no entanto, que a hipótese do voto favorável “está fora de questão”, pois “era preciso transformar o Orçamento de cima a baixo, o que não acontecerá”.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.