Açoriano Oriental
Covid-19: Recebidos mais de 100 contributos sobre relançamento económico e social dos Açores

A anteproposta da agenda para o relançamento económico e social dos Açores no pós-pandemia da covid-19, que contém 250 medidas, já recebeu “mais de uma centena de contributos” de cidadãos, avançou esta sexta feira o Governo Regional.

Covid-19: Recebidos mais de 100 contributos sobre relançamento económico e social dos Açores

Autor: AO Online/ Lusa

Em nota de imprensa, o executivo açoriano, liderado pelo socialista Vasco Cordeiro, destacou que a anteproposta “já recebeu mais de uma centena de contributos de açorianos desde a sua apresentação”, em 07 de agosto.

A agenda encontra-se em fase de consulta pública até 07 de setembro e tem o “objetivo de contribuir para a recuperação e transformação social e económica da região nesta nova fase de regresso progressivo à normalidade”.

Os cidadãos que queiram contribuir poderão fazê-lo no site da agenda ou através do email agenda.relancamento@azores.gov.pt.

“Assim, os açorianos ajudam não só a consensualizar a estratégia para um sustentado relançamento social e económico da região, mas também a potenciar a oportunidade para pensar o futuro dos Açores e das próximas gerações de açorianos”, acrescenta o comunicado.

Na apresentação do documento, o vice-presidente do Governo destacou que a agenda está organizada em dois pilares: um que visa “relançar a economia dos Açores” e outro para “construir uns Açores mais resilientes”.

O primeiro pilar é composto por quatro eixos que procuram “relançar o emprego” (21 medidas), “relançar o social” (48 medidas), “relançar as empresas” (58 medidas) e “relançar o turismo” (24 medidas).

Sob o pilar “construir uns Açores mais resilientes” estão previstas 99 medidas: 48 para “transformar a economia dos Açores”, 13 para “incrementar a inovação, investigação e desenvolvimento”, cinco para “potenciar o capital humano e social”, nove para “reforçar o Serviço Regional de Saúde” e 24 medidas para “modernizar a administração pública”.

Entre o conjunto de 250 propostas está a criação de uma campanha nacional e internacional para que as crianças até 12 anos não paguem a viagem de avião para a região, como forma de relançar o turismo devido à covid-19.

A anteproposta da agenda, que abrange o horizonte temporal 2020-2022, recebeu sugestões dos partidos políticos e dos parceiros sociais, estando agora disponível em agendarelancamento.azores.gov.pt, com uma área para os cidadãos submeterem as suas sugestões e contributos.

Desde o início do surto, registaram-se na região 202 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, sendo que 23 mantêm-se ativos (20 em São Miguel, dois na Terceira e um no Pico), 151 recuperaram e 16 pessoas morreram.

As restantes 12 foram diagnosticadas na região, mas optaram por regressar a Portugal continental, deixando, por isso, de figurar nos números da região.



 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.