Açoriano Oriental
Covid-19: Madeira sem novas infeções desde sábado

A Madeira não registou nas últimas 24 horas qualquer doente infetado com covid-19, havendo mais uma pessoa recuperada, anunciou este domingo o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE).

Covid-19: Madeira sem novas infeções desde sábado

Autor: AO Online/ Lusa

O boletim epidemiológico do IASAÚDE relativo à situação desta doença no arquipélago da Madeira realçando que houve "hoje um novo doente recuperado a reportar, somando-se 99 casos recuperados e reduzindo para 25 os casos de infeção ativos".

Os 25 casos ativos consistem em 22 casos importados identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas na Unidade de Rastreio da covid-19 do Aeroporto da Madeira e apenas três casos de transmissão local.

Vinte das pessoas infetadas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada, duas no respetivo domicílio e três encontram-se hospitalizadas na Unidade de Internamento Polivalente dedicada à covid-19.

Até ao fim do dia 08 de agosto, foram contabilizadas na Região Autónoma da Madeira 1.583 notificações de casos suspeitos da covid-19, dos quais 1.459 não se confirmaram.

À data, 18.494 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, agora com recurso à aplicação MadeiraSafeToDiscover, 8.015 das quais em vigilância ativa.

No contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo, há a reportar um total cumulativo de 24.082 colheitas para teste à covid-19 realizadas até às 16:00 horas do dia de hoje.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 727 mil mortos e infetou mais de 19,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.756 pessoas das 52.668 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.



 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.