Confiança empresarial sobe em Novembro na Alemanha


 

Lusa / AO online   Economia   27 de Nov de 2007, 12:03

A confiança dos empresários subiu na Alemanha em Novembro, com o índice IFO a melhorar para 104,2 pontos contra 103,9 no mês anterior, segundo os dado divulgados terça-feira por este instituto de conjuntura.
Esta subida não era esperada pelos analistas consultados pela agência Bloomberg cuja média de previsões apontava para um recuo para 103,3 pontos.

O resultado sugere que a primeira economia da Zona Euro está a resistir à escalada dos preços do petróleo e à apreciação do euro.

O IFO precisa que os empresários inquiridos avaliam melhor as possibilidades de exportação para os próximos meses, embora considerem que um euro tão forte durante muito tempo poderá ter efeito negativo sobre as exportações.

A divisa europeia, que se transaccionava terça-feira às 10.00 (hora local) nos 1,4840 dólares, chegou a semana passada ao valor histórico de 1,4971 dólares.

Com esta progressão, o índice da confiança empresarial, um dos principais barómetros da economia da Alemanha, interrompe uma série de seis recuos sucessivos.

A componente do índice que avalia a situação actual da economia subiu, enquanto a das perspectivas para os próximos seis meses piorava ligeiramente.

Segundo o presidente do instituto de conjuntura Ifo, Hans-Werner Sinn, "os resultados do inquérito mostram que a conjuntura está a arrefecer somente de forma gradual e a um nível elevado".

O índice IFO da confiança empresarial é elaborado mensalmente na base de um inquérito junto de 7.000 empresas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.