Música

Concerto de Ano Novo da Filarmónica de Viena será transmitido para 50 milhões de espectadores


 

Lusa/AO online   Internacional   27 de Dez de 2010, 17:25

O Concerto de Ano Novo da Orquestra Filarmónica de Viena, o mais mediático dos espectáculos de música clássica, vai ser transmitido no dia 1 de Janeiro para 50 milhões de espectadores de todo o mundo.
O Concerto de Ano Novo da Filarmónica de Viena, tradicionalmente dedicado à música vienense e em especial à valsa, será dirigido, pela primeira vez, pelo maestro austríaco Franz Welser-Möst e transmitido pela televisão em alta definição em mais de 70 países, 43 dos quais europeus.

O concerto, que em Portugal é transmitido pela RTP 1 às 14:15 do dia 1 de Janeiro, deverá ter uma assistência de cerca de 50 milhões de telespectadores, da Albânia ao Uruguai passando pela Austrália, a China, a Índia, o Japão, os Estados Unidos e a Rússia, entre outros. Pode ser seguido em directo pela internet, no site da televisão pública austríaca (https:/TVthek.ORF.at).

Franz Welser-Möst, de 50 anos, é o novo director musical da Ópera de Viena, e revelou hoje, em conferência de imprensa, que a sua bisavó “dirigia uma sala de bailes onde tocou Johann Strauss pai e onde Johann Strauss filho deu o seu primeiro concerto em público”.

Escolhido pelos músicos, que gerem a Filarmónica desde que foi criada em 1842, Franz Welser Möst é o 15.º maestro do reservadíssimo clube do Neujahrskonzert, ao lado dos austríacos Josef Krips, Willy Boskovsky, Herbert von Karajan, Carlos Kleiber e Nikolaus Harnoncourt, do alemão Clemens Krauss, do americano Lorin Maazel, dos italianos Claudio Abbado e Riccardo Muti, do indiano Zubin Mehta, do japonês Seiji Ozawa, do finlandês Mariss Jansons, do francês Georges Prêtre e do israelo-argentino Daniel Barenboim.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.