Compromisso franco-alemão é "a resposta" às interrogações da Standard and Poor's


 

Lusa/AO Online   Internacional   6 de Dez de 2011, 07:26

 O compromisso franco-alemão anunciado por Nicolas Sarkozy e Angela Merkel é “a resposta” às interrogações da Standard and Poor's, que ameaçou baixar as notações dos seis países da zona euro com “AAA”, declarou hoje o chefe da diplomacia francesa.

“O acordo europeu é a resposta a uma das interrogações mais importante desta agência de rating (SP), que falava de insuficiência da governação económica europeia. Vamos melhorar consideravelmente com a disciplina orçamental”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Alain Juppé, à rádio RTL.

A Standard and Poor's ameaçou baixar a notação de solvabilidade da França em dois “graus” para “AA”. Para os outros cinco países da zona euro com notação “AAA”, a agência de rating prevê, no pior dos cenários, uma descida de um grau para “AA+”.

Alain Juppé assegurou que as autoridades francesas tinham sido avisadas pela agência na segunda-feira, ou seja, antes do encontro entre Nicolas Sarkozy e Ângela Merkel em Paris, que permitiu chegar a um compromisso sobre a reforma dos tratados europeus e o reforço da disciplina orçamental.

Referindo-se aos resultados do encontro entre a chanceler alemã e o presidente francês, Alain Juppé considerou que “se chegou a um compromisso verdadeiramente decisivo”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.