Sector mineiro

Chineses entram na corrida pela gigante do Rio Tinto


 

Lusa / AO online   Economia   4 de Dez de 2007, 10:28

O grupo Baosteel, maior produtor chinês de aço, deverá entrar na lista dos interessados na aquisição do grupo Rio Tinto, gigante anglo-australiano de exploração mineira, noticiava esta terça-feira a imprensa oficial chinesa, citando altos responsáveis do grupo estatal chinês.
"Estamos a ponderar a aquisição e há grandes hipóteses de fazermos uma oferta pela Rio Tinto", disse Xu Lejiang, presidente da Baosteel, citado pelo jornal financeiro estatal chinês 21st Century Business Herald.

Xu disse ao jornal que a proposta está ainda em estudo, sabendo-se, contudo, que qualquer oferta terá antes de ser aprovada pelo governo chinês, que detém a Baosteel.

No mês passado, a Rio Tinto, terceiro maior grupo mundial do sector mineiro, recusou uma oferta de fusão feita pelo maior grupo do mundo no sector, a também anglo-australiana BHP Billiton, que poderia criar um gigante com um valor total de capitalização de 350 mil milhões de dólares (234 mil milhões de euros).

A BHP Billiton oferecia três acções do grupo por cada título da Rio Tinto, mas a Rio Tinto recusou por considerar que a oferta não reflectia o real valor do grupo.

A proposta da BHP Billiton avaliava a Rio Tinto em cerca de 130 mil milhões de dólares (89 mil milhões de euros).

A China é o maior produtor mundial de aço e o maior comprador mundial de minério de ferro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.