Economia

China deverá exportar mais de 300.000 toneladas de chá

China deverá exportar mais de 300.000 toneladas de chá

 

Lusa/AO online   Economia   18 de Nov de 2010, 10:25

A China deverá exportar este ano cerca de 303.000 toneladas de chá para o resto do mundo, mais dois por cento que em 2009.
Pelas contas divulgadas esta quinta-feira na imprensa oficial chinesa, as plantações de chá na China ocupam 1,86 milhões de hectares (cerca de 18.600 quilómetros quadrados), o que representa metade da área mundial.

A China tornou-se em 2005 o maior produtor mundial de chá, à frente da Índia, e o ano passado a sua produção atingiu 1,3 milhões de toneladas.

Em 2009, pela primeira vez, as exportações chinesas ultrapassaram as 300.000 toneladas e este ano deverão crescer dois por cento.

Norte de África, União Europeia, América e Japão são os principais mercados do chá chinês.

O chá verde é o mais apreciado, representando cerca de 75 por cento das exportações.

Chá é, também, uma das palavras que Portugal importou da China, há vários séculos.

Em quase todas as outras línguas europeias, chá diz-se 'tea' (inglês), 'thé' (francês), 'té' (espanhol) ou 'tè' (italiano), adaptações da palavra 'thee', introduzida pelos holandeses.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.