César atribui vitória a "mérito da governação" socialista

César atribui vitória a "mérito da governação" socialista

 

Lusa/AOonline   Regional   24 de Out de 2008, 16:44

O líder do PS/Açores, Carlos César, atribuiu a vitória do partido nas eleições regionais de domingo ao “mérito da governação” socialista nas ilhas e não a qualquer ajuda de “circunstância”.
“Já ganhámos com todas as circunstâncias envolventes, o que significa que ganhámos pelo mérito da governação regional do PS e não pela ajuda de qualquer circunstância conjuntural”, afirmou Carlos César, cinco dias depois das eleições legislativas.

    O presidente do PS/Açores falava à entrada para a reunião do Secretariado Regional do partido, em Ponta Delgada, destinada a analisar os resultados eleitorais que deram a terceira maioria absoluta consecutiva aos socialistas no arquipélago.

    Carlos César salientou, assim, que os socialistas açorianos já ganharam eleições com o “PS em alta e em baixa a nível nacional, com governos em Lisboa do PS e do PSD, com crises e sem crises financeiras, sem Lei de Finanças Regionais, com esta Lei de Finanças Regionais e com a anterior Lei de Finanças Regionais”.

    Relativamente à constituição do novo Governo Regional, o líder do PS/Açores adiantou que pretende prosseguir na “mesma linha do reforço da competência, da juventude e da energia” na governação.

    “A minha orientação é sempre de procurar fazer acertos que melhorem a eficiência governativa e que reponham a energia onde ela possa estar a fraquejar um pouco”, referiu César aos jornalistas.

    Adiantou, ainda, que pretende fazer “alguns acertos” ao nível da orgânica e que está a reflectir com “liberdade intelectual” para aumentar ou diminuir o número de direcções e secretarias regionais.

    O líder dos socialistas açorianos, que lidera os executivos açorianos desde 1996, deve ser ouvido pelo Representante da República na segunda semana de Novembro, para o processo de constituição do novo governo.

    “Isso significa que só em meados de Novembro é que serão conhecidas, formalmente, novidades sobre a nova orgânica ou sobre os elementos que constituem o Governo Regional”, disse.

    No último domingo, o PS/Açores renovou a sua maioria absoluta nos Açores, ganhando as eleições nas nove ilhas do arquipélago, com um votação próxima dos 50 por cento.

    Uma vitória que deu aos socialistas 30 dos 57 deputados no Parlamento dos Açores e que deixou o PSD/Açores a cerca de 20 pontos de distância, um resultado que levou o líder social-democrata, Costa Neves, a anunciar a sua demissão.

    As nonas legislativas regionais ficaram, ainda, marcadas pela maior taxa de sempre de abstenção, que chegou aos 53,2 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.