Emprego

CDU diz que primeiro lay-off da região acontece em hotel por inaugurar

CDU diz que primeiro lay-off da região acontece em hotel por inaugurar

 

Lusa / AO online   Regional   24 de Nov de 2009, 14:27

A empresa Asta Atlântida, proprietária do Furnas Spa Hotel, em S. Miguel, “reduziu os horários de 30 trabalhadores” desde de Outubro, denunciou esta terça-feira
a CDU/Açores, defendendo a abertura imediata de um processo de fiscalização ao processo.
“É de extrema gravidade a situação em que foram colocados 30 trabalhadores do Furnas Spa Hotel com aplicação, pela primeira vez nos Açores, do regime de lay-off, mesmo antes da unidade entrar em funcionamento”, afirmou Aníbal Pires, líder da CDU/Açores, em declarações à Lusa.

Aníbal Pires, que levantou dúvidas sobre a legalidade do lay-off porque “o hotel ainda nem sequer foi inaugurado”, salientou que a decisão teve como “consequência imediata a redução dos salários pagos pela empresa e a assumpção por parte do Estado dos custos de parte da remuneração”.

“Mesmo assim, verificam-se atrasos no pagamento destas remunerações aos trabalhadores, apesar de a empresa já ter recebido as verbas da Segurança Social”, acrescentou.

Nesse sentido, o também deputado regional da CDU/Açores considerou que se trata de “uma completa fuga às responsabilidades sociais”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.