Cavaco Silva recusa comentar resultados da cimeira da zona euro

Cavaco Silva recusa comentar resultados da cimeira da zona euro

 

Lusa/AO Online   Economia   28 de Out de 2011, 07:27

O Presidente da República, Cavaco Silva, recusou, em São Paulo, comentar os resultados da cimeira de chefes de Estado e de Governo da zona euro de quarta-feira.

No final de um jantar comemorativo do aniversário da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil, no qual foi homenageado, o Presidente da República foi questionado pelos jornalistas sobre as decisões tomadas na cimeira da zona euro.

Cavaco Silva, que viajou na quinta-feira para São Paulo antes de hoje seguir para a XXI Cimeira Ibero-Americana, em Assunção, no Paraguai, começou por se escusar a responder afirmando que pretendia "ir descansar um pouco".

Perante a insistência dos jornalistas, o Presidente da República acrescentou: "Não vou comentar".

Os chefes de Estado e de Governo da zona euro, que se reuniram na quarta-feira, em Bruxelas, acordaram ao fim de quase dez horas de negociações um plano para reduzir a dívida da Grécia que prevê que a banca aceite perdas de 50 por cento.

O reforço da capacidade do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) dos atuais 440 mil milhões para um bilião e de euros e a recapitalização da banca foram outras decisões saídas da cimeira da zona euro.

Por outro lado, a declaração final dos líderes dos 17 países da zona euro convida Portugal e a Irlanda "a manterem-se comprometidos com as metas" dos respetivos programas de ajustamento e a "estarem dispostos a tomar quaisquer medidas adicionais necessárias para atingir essas metas".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.