Cavaco optimista quanto ao futuro do sector leiteiro

Cavaco optimista quanto ao futuro do sector leiteiro

 

Lusa / AO online   Regional   9 de Out de 2007, 15:03

O Presidente da República almoçou hoje com cerca de mil agricultores da ilha de São Miguel, uma oportunidade que aproveitou para manifestar optimismo em relação ao futuro da produção de leite nas ilhas.
    "Eu sei que existe alguma incerteza nas vossas cabeças quanto às quotas leiteiras, mas, se mantiver a tendência dos mercados mundiais, talvez seja grande a probabilidade do problema ser resolvido tendo em conta os interesses" dos agricultores, disse Cavaco Silva.

    O chefe de Estado falava na ilha de São Miguel, num almoço na Associação Agrícola de São Miguel (AASM), no âmbito da visita que está a efectuar ao arquipélago até quarta-feira.

    Antes do almoço, o Presidente da República ouviu o presidente da AASM, Jorge Rita, reivindicar o aumento das quotas para produção de leite, através da reserva nacional de que Portugal dispõe.

    O dirigente agrícola justificou que os Açores produzem, actualmente, cerca de 30 por cento do leite em Portugal, sendo um sector que tem margem de crescimento nas ilhas.

    Para Cavaco Silva, a evolução do mercado mundial do leite e dos lacticínios permite perspectivar "algum optimismo" para o arquipélago, alegando que esta procura se deve a países emergentes, como a Rússia, China e Índia.

    "Isso terá benefícios para os agricultores açorianos", disse Cavaco Silva, que alertou, porém, para a necessidade de "trabalhar" para que as reivindicações dos Açores sejam satisfeitas.

    Os Açores viram, nos últimos anos, as suas fábricas de lacticínios serem modernizadas para receber uma produção de 506 milhões de litros de leite em 2006.

    Cavaco Silva chegou hoje a São Miguel, a última ilha que visita antes de regressar quarta-feira a Lisboa.

    Hoje, o chefe de Estado recebe a Chave de Ouro da Cidade de Ponta Delgada, antes de participar num jantar oferecido pelo Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.