Açoriano Oriental
Carlos Carvalhal admite abordagens para sair do Rio Ave

O treinador Carlos Carvalhal confirmou a existência de sondagens de outros clubes para a sua contratação, mas disse ter redirecionado as conversações para o presidente do Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol.

article.title

Foto: José Carmo /Global Imagens
Autor: Lusa/AO Online

Com contrato até ao final da temporada, Carvalhal tem sido, nos últimos dias, associado ao interesse do Bragantino, clube que vai disputar este ano a ‘Série A’ do Brasil, mas vincou que esse dossier não é da sua responsabilidade.

“Desde que vim para o Rio Ave fui várias vezes abordado, mas sempre respondi que tenho contrato com este clube e que qualquer situação tem de passar pelo presidente António Silva Campos. Tudo o que me apareceu encaminhei para ele", afirmou o técnico.

Carlos Carvalhal assumiu abordagens "de clubes do Brasil, Inglaterra, Arábia Saudita, Estados Unidos da América e México", mas mostrou "respeito" pelo vínculo assinado pelo Rio Ave, garantindo que não é a vertente financeira a orientar a sua carreira.

"O que poderá, ou não, acontecer transcende-me. Se fosse pelo dinheiro, estaria noutro sítio qualquer. Não sou rico, mas tenho independência financeira para poder escolher onde quero trabalhar", vincou Carlos Carvalhal.

O treinador abordou este assunto à margem da conferência de antevisão do jogo de sexta-feira com o Santa Clara, nos Açores, antecipando um duelo "contra uma equipa difícil, bem orientada, e num campo onde os adversários sentem sempre dificuldades".

"A nossa equipa reagiu bem ao último infortúnio, na derrota com o Marítimo, e se conseguir repetir o que fez na primeira parte desse jogo, e melhorar a eficácia, creio que estaremos preparados para um bom jogo, com duas equipas a quererem ganhar", disse Carlos Carvalhal.

O treinador não considerou que as notícias que dão conta da sua saída do Rio Ave estejam a deixar o grupo de trabalho fragilizado, lembrando que a equipa "está a dois pontos do quinto lugar, e olha sempre para cima na classificação".

“Os jogadores sabem que adoro estar no clube e com eles. Não há razão para não haver um empenhamento total. No dia a dia, vejo uma equipa a trabalhar bem, não tenho nada que possa dizer o contrário", vincou o técnico da formação da foz Ave.

Com o médio Filipe Augusto de regresso às opções, o técnico, que não divulgou a lista de convocados, não poderá contar com os lesionados Ronan, Jambor e Nadjack.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.